7 Soluções Para um Dia a Dia Mais Leve, Inspiradas em Nossa Vivência Nômade/Minimalista | Parte 1

Há um tempo venho substituindo resoluções magníficas por um passo a passo mais simples, diário e detalhado que ajude a trazer mais leveza para o dia a dia. Porque sinto que os inúmeros benefícios que vêm junto - incluindo um menor peso de expectativas - me ajudam a cumprir as necessárias etapas para as metas maiores, para os sonhos, mais do que "pegar pesado" - em janeiro, na segunda-feira, no início do mês... - mas não conseguir levar adiante um plano de ótimas intenções, porém exigente em excesso e por isso inacessível em pouco tempo.

Como nos últimos anos estive em uma temporada nômade, vivendo exclusivamente com o que cabia no carro e em casas de temporada diversas, se tem algo que segue me fascinando e trazendo facilidades é priorizar o olhar para o que considero essencial.

E agora, de volta a uma única casa ainda por tempo indeterminado (que também já estava mobiliada quando chegamos) tem sido incrível continuar a aplicar essa vivência minimalista no dia a dia, de modo que fazer as malas e pegar a estrada leve apenas poucos minutos e ajustes, rs.

O melhor é que você não precisa, claro, também ter a intenção de viver com o que cabe em um carro, mas percebo claramente o quanto essa escolha de vida ajuda a apurar o olhar para aplicar essa leveza em qualquer casa, qualquer rotina.

E o que você ganha com isso? Mais tempo, espaço, energia, organização, dinheiro, limpeza, praticidade, tranquilidade, clareza, bem estar, presença... listando só algumas.

Espero que essas soluções sejam úteis para você também! Afinal, abrir espaços nos faz sentir realmente renovados, leves.

E desse conteúdo (assim como qualquer outro), absorva o que te for relevante e descarte o que não for, e em seu tempo, sua realidade... A cada dia é possível simplificar, desapegar um pouco mais, sem pressa ou cobranças ultra exigentes. Ao contrário, é melhor se habituar aos poucos e com consistência a esse olhar viciante que se expande para tudo na vida, inclusive dentro de nós. Simplificar é, sem dúvidas, bom, bonito, barato e básico! Nenhum segredo ou novidade nisso, e tudo o mais se enriquece em nós, em conjunto, e “contamina” também as pessoas ao redor.

. Celular e Computador

Nada mais interessante do que começar com arquivos, que cumprem a proeza de caber, infinitamente, na palma das mãos. E por isso mesmo tão facilmente acumuláveis no dia a dia, podendo poluir nossa mente tanto quanto um cômodo cheio de coisas amontoadas. Motivo pelo qual iniciam nessa lista.

. Fotos | Esse foi meu ponto fraco, pois meu celular e computador ainda carregavam para todo lado registros das últimas casas e viagens e além - ou seja, milhares. Uma solução que encontrei foi mante-las seguras transferindo para a nuvem (posso estar atrasada nisso, pois ainda queria ter todas por perto). Escolhi o google drive e no dropbox salvo os itens de trabalho. Além da segurança (já perdi para sempre centenas de fotos de uma época anterior quando meu notebook foi roubado) achei ótimo deixar as pastas prontas para receberem os registros das novas vivências. Espaço quase que exclusivo para um novo ciclo.

 

Dica: dê uma olhada antes e pense se você realmente precisa guardar tantas fotos parecidas, em que apenas um detalhe ou movimento saiu diferente da outra. Fotos são extremamente afetuosas e é difícil mesmo descartar, mas pense que, ao remover os excessos, as que ficam vão se destacar ainda mais em seu olhar e lembranças.

Prints | Quem não tem a mania de “printar” o que vê de interessante nos sites e redes sociais para “ler depois”? As aspas são porque na maioria das vezes esse depois se torna nunca, e os prints, infinitos, rs. Se sua pasta está cheia, ou você aceita o tempo que vai levar para conferir um por um e separar os que mantém e os que descarta, ou respira fundo e deleta tudo de uma vez. Pronto, foi. Celular livre e leve e atenção aprimorada na hora de salvar novas coisas. No meu celular deixo duas pastas – pessoal e trabalho – e vou migrando os prints realmente relevantes (no caso, inspiradores e/ou úteis) para elas. No fim da semana revejo e, ou deixo lá pra me inspirar volta e meia, como um mood board, ou absorvo/anoto a mensagem e deleto. 

Vale a pena rever também: links, fotos, posts e mensagens salvas no computador, nas redes sociais e aplicativos diversos. 

. Apps | Quais você realmente usa? Nas telas iniciais deixo os que abro todos os dias e/ou prefiro ter sempre à mão – instagram, spotify, tradutor, bloco de notas, meditação, whatsapp, calculadora - e criei as pastas: Trabalho – ex: aplicativos de edição, design, planejamento de posts; Úteis – banco, waze, uber; e Diversos – outras redes e ferramentas que uso menos. E como alguns apps que não uso já vieram no celular e não dá pra deletar, criei a pasta Não, reuni todos lá e deixo fora de vista.

. Email | Já chegou na alegria de uma caixa de entrada com zero emails? Para ajudar nisso, o unroll.me é um site que mostra todos os serviços em que seu email está cadastrado, te permitindo sair de todos que quiser com poucos cliques. Newsletters são ótimas, mas analise as que realmente fazem sentido continuar recebendo (e lendo, realmente!). E as propagandas, a não ser que sejam ofertas de algo muito relevante para você, é melhor dedicar um tempo agora para cortar de vez do que continuar recebendo, deletando, prometendo que um dia vai se descadastrar.

No mais, um fundo clean no celular e computador deixa tudo mais leve e visível.

Algum detalhe da sua "limpeza virtual" seria bem vindo nessa lista? Compartilhe com a gente.

PS: Essa foto gerou essa história e post

. Cozinha


Volto um pouco no tempo, de quando meu marido e eu fomos morar juntos. Nós já morávamos sozinhos há alguns anos e a cozinha foi onde mais acumulamos coisas, mesmo com o pensamento minimalista/essencialista já por perto. Só nos demos conta disso quando fizemos o novo desapego para pegar a estrada. "Culpa" dos armários do antigo apartamento, que tinham espaço de sobra para "esquecer" coisas nos fundos, especialmente itens repetidos, utensílios que nunca usávamos mas que achávamos que iríamos usar (um dia, clássico), e os que até sabíamos que não iriam ser usados mas eram presentes, ou traziam alguma outra afetividade. O resultado é que montamos uma caixa com os itens mais usados - como as melhores facas, duas tigelas, duas taças, alguns talheres, liquidificador... - e levamos com a gente, o que foi útil porque não é toda casa de airbnb que tem uma cozinha suficiente para preparar algo além de um lanche rápido. 

E agora fizemos mais uma limpa porque juntamos o que já tínhamos com o que ficou do antigo morador (meu cunhado, que se mudou e deixou bastante coisa por aqui). Retiramos o que estava repetido, quebrado, desnecessário, muito velho. Olhamos com cuidado cada canto dos armários (dessa vez bem mais compactos) e também continuamos com o bom hábito de reutilizar potes de vidro, assim tudo quanto é tempero e mantimento em geral fica visível, organizado e bem condicionado.

No mais, aquela olhada se não há nada vencido e uma limpeza caprichada em cada canto, gaveta, parede e etc renovam a energia da casa inteira. E para finalizar, o microondas virou armário. Algo que não compraria de novo.

. Carro (e/ou qualquer objeto que te simbolize renovação)

Para nós, um detalhe importante bem além da limpeza aprofundada para dar conta dos pêlos de cachorros e miudezas perdidas, rs. 

Quando começamos a viajar, em 2017, plotamos o carro com nossos links e hashtags, e agora sentimos ser o momento de renovar esse ciclo. O slow living sempre será nossa base e, especialmente, um caminho especial pelo qual aprendemos e desaprendemos de um jeito que nunca imaginaria - tanto que desde que voltamos para um tempo em nossas raízes mineiras começamos um "caminho de volta", da abrangência do slow living para abordagens mais focadas e em maior sintonia com nossos momentos, talentos e paixões individuais.

Qual seria uma importante renovação no seu ano - pessoal ou profissionalmente - que também possa "trocar de roupa"? Os movimentos, mesmo que simbólicos, são tão benéficos nessa renovação dos ares. Que sejam os móveis organizados de uma nova maneira, a criação de um painel com imagens e palavras/frases que te motivam... 

Especialmente, que esse belo desapego do que não mais te acrescenta abra espaço, tempo e energia para recepcionar o que realmente trará mais significado. Para isso, nada como a atenção aos detalhes - em casa, ao redor como um todo, em nossas emoções, pensamentos e reações - para visualizarmos tudo o que carregamos pela vida, e então, com as nossas buscas e objetivos mais claros, podemos seguir nos despedindo do que não irá acrescentar valor - dentre beleza, afetividade e utilidade - aos caminhos de 2020.

E durante e ao final dessas próximas reflexões/desapegos, nada como uma boa xícara de café/taça de vinho para celebrar os pequenos passos, simples, mas valiosos! Afinal, o que nos é realmente essencial, quando enfim ganha mais destaque em nossos limitados tempo/espaço/energia, consegue transmitir toda sua força e abundância.
 

© 2013 - 2020 | REVIEW 

  • Instagram
32x32-png-icons-free-download-6.png